Ainda em dúvida sobre qual curso escolher?

Ainda em dúvida sobre qual curso escolher?


Confira 7 profissões e carreiras que devem ganhar destaque nos próximos anos.

1 Engenheiro civil

Os investimentos na infraestrutura devem continuar, o que torna os engenheiros civis profissionais de destaque também nos próximos 10 ou 15 anos.

“A demanda vai continuar, não vimos investimentos para Copa do Mundo no volume e quantidade necessários”, diz Lucas Ribas, da Asap. Portos, aeroportos, estradas e linhas férreas respondem pela grande necessidade destes profissionais, segundo o especialista.        “A infraestrutura é o que torna o país mais competitivo, sem ela tudo acontece de maneira mais lenta. Por mais que já se invista hoje, a necessidade continua e traz oportunidades para engenheiros de grandes obras”, diz Juliano Ballarotti, diretor da Hays em São Paulo. Posições da área técnica voltadas para infraestrutura também são a aposta de Sócrates Mello, da Robert Half. “Buscam-se profissionais para a área de grandes construções”, diz ele, projetando que a demanda siga forte nesta área.

“É uma profissão clássica que deve continuar forte”, diz Plínio de Cerqueira Leite, da CL Executive Search & Interim Management.

2 Engenheiro de petróleo e gás

(Germano Luders/EXAME) Outra área da engenharia que tem tido mais demanda e deve se destacar mais ainda no futuro próximo é o setor de petróleo e gás, de acordo com Jacqueline Resch. A busca por técnicas mais eficientes de extração é um dos motivos que fazem com que engenheiros sejam cada vez mais necessários no setor de energia, destaca Sócrates Mello, da Robert Half.

“A energia é um dos recursos mais importantes de um país e o Brasil tem se desenvolvido nesta área. Tem o pré-sal e já começam a surgir novas tecnologias para extrair gás de formações rochosas”, diz Juliano Ballarotti, da Hays. A falta de engenheiros, aliás, faz com que muitos projetos continuem no papel, de acordo com ele.

3 Engenheiro hospitalar

Engenheiros com conhecimentos técnicos para lidar com equipamentos hospitalares de alta tecnologia têm tudo para se destacar em alguns anos, segundo Rodrigo Vianna, da Talenses.

“É uma oportunidade para o engenheiro de formação especializado em equipamentos hospitalares”, diz. A preocupação de grandes hospitais em oferecer a melhor estrutura a médicos e pacientes tem puxado os investimentos e deve abrir mais oportunidades para quem se interessa pelo setor.

“É um profissional que deve estar antenado com tendências, visitando hospitais no exterior para conhecer as novas tecnologias”, diz Vianna.

4 Gestor de treinamento de varejo

(Ricardo Moraes/Reuters) A questão do treinamento de funcionários é uma das grandes tendências das redes de Varejo, segundo Ricardo Basaglia, diretor da Michael Page.

“O objetivo é padronizar o atendimento para que o consumidor entenda que a loja é a mesma seja onde ele estiver e que, portanto, vai encontrar o mesmo padrão de produto também”, explica. De acordo com ele, o profissional deve entender as características locais para decidir a respeito das adaptações necessárias. Neste caso, a experiência no setor conta mais pontos do que a formação acadêmica do profissional.

5 Gestor de operações e logística

Investimentos em rodovias, portos, aeroportos puxam a demanda por profissionais da área de logística, de acordo com Juliano Ballarotti, diretor da Hays em São Paulo.

“Hoje, por exemplo, você tem um porto e uma rodovia, mas, com mais investimento em infraestrutura, a complexidade aumenta”, explica o especialista. Por isso, a tendência é que a área de operações e logística ganhe destaque e abram-se novas oportunidades no ramo.

6 Gestor de inovação

Assim como hoje existe um departamento financeiro, um jurídico e um de recursos humanos, para um futuro próximo há quem projete um departamento de inovação dentro de grande parte das organizações. A área de inovação já existe mas, via de regra, é vinculada ao departamento de marketing sob o guarda-chuva de processos, desenvolvimento e produtos como lembra Rodrigo Vianna, da Talenses.   Nesse cenário projetado pelos especialistas, de mais autonomia e investimento na área, a figura do gestor de inovação ganha força.

“É um profissional com a responsabilidade de integrar a inovação em diversas áreas da empresa”, diz a professora Renata Spers. Com papel articulador, o gestor de inovação busca novas formas de fazer as coisas, promovendo redução de custos e tornando processos mais eficientes. Formação em marketing e especialização em pesquisa de mercado, por enquanto, são as recomendações de estudo dadas pelos especialistas consultados.

7 Gestor de marketing para e-commerce

Dificuldades de deslocamento em grandes cidades e o investimento em segurança nas transações comerciais pela internet turbinam o mercado de e-commerce. Com isso, surgem boas oportunidades na área de marketing deste setor.

“É uma profissão que não é novidade, mas vai crescer ainda mais”, diz a professora Renata Spers.

“As empresas de varejo estão investindo em e-commerce e o número de compras está crescendo muito”, destaca Lucas Ribas, diretor da Asap em Minas Gerais. Por isso, profissionais que contribuam para que a empresa garanta um melhor posicionamento no segmento de comércio eletrônico tendem a ser mais valorizados.

Fonte
Confira a matéria completa em: http://exame.abril.com.br/carreira/20-profissoes-do-e-com-futuro-segundo-especialistas/